14 coisas que aprendi durante meu intercâmbio na Irlanda

Em 15.03.2017   Arquivado em Auto ajuda, Destaque, Listas, Reflexão, Viagens
Intercâmbio Dublin - Irlanda (2016)

Phoenix Park – Dublin/Irlanda (Intercâmbio 2016) – Fotografia Gabriela Mitozo

Há um ano, dia 14/03/2016 eu pisei pela primeira vez em Dublin – Irlanda. Ou seja, hoje faz exatamente um ano que cheguei lá. Foram oito meses de muito aprendizado. Agora já de volta ao Brasil quero compartilhar um pouquinho com vocêsdo que aprendi nesta maravilhosa ilha esmeralda.

1.As coisas acontecem no tempo que devem acontecer. Paciência.

A gente fica triste, com raiva, fica chateado mas as coisas realmente acontecem no momento que devem acontecer. Podemos negar por anos, mas quando a “coisa” acontece e olhamos para trás, vemos porque tudo aconteceu como aconteceu. Que o momento certo não era aquele que você queria, mas ele aconteceu quando era pra ser.

Depois de eu fazer um intercâmbio para Córdoba – Argentina (2011), quis muito fazer outro, então durante minha faculdade eu fiquei tentando bolsas e mais bolsas e até o Ciência sem Fronteiras, nenhuma dava certo. Até que tudo se encaminhou para eu viajar para a Irlanda em 2016 com o meu irmão. E foi a melhor coisa que poderia ter acontecido. Foi um intercâmbio maravilhoso e cheio de aprendizado. E ainda por cima conheci uma pessoa super especial, meu namorado <3

2. A diversidade cultural é linda. Saber respeitar as diferenças é mais bonito ainda.

Quantas pessoas diferentes conhecemos na vida não é mesmo? E nesse intercâmbio não foi diferente, conheci muita gente, conheci gente do Brasil e de outros países, e cada lugarzinho é diferente e tem suas culturas diferentes. Nós devemos abrir a mente e respeitar uns aos outros e isso é lindo.

Assuntos polêmicos como comer carne de cachorro ou outros tópicos são temas que sim aparecem no dia a dia e na sala de aula. Deve portanto haver respeito. Coloque-se no lugar do outro. O simples ato de cumprimentar as pessoas com um beijo no rosto que é muito comum no Brasil, não é nada comum lá fora.

3.Para tudo se dá um jeito.

Quantos perrengues não passei no intercâmbio? Sim, nem tudo são flores (mas isso é tópico para outro post). Nós quebramos a cabeça, choramos e nos angustiamos mas de alguma forma conseguimos contornar determinada situação e ficar bem.

Quase fiquei sem casa em Dublin (umas duas vezes). Numa delas consegui ficar morando num hotel por 2 meses por indicação de uma  pessoa que trabalhava na minha escola de inglês (thank you so much, Paula <3 ).

4.Pense primeiro em você, não espere pelos outros.

 Eu sempre penso muito nos outros e esqueço de pensar em mim, então essa lição para mim foi valiosa. Já levei incontáveis “tapas” na cara por conta disso, no intercâmbio não foi diferente haha  As pessoas fazem tudo de acordo com a necessidade delas. E na verdade elas estão certas. Só que eu não fazia o mesmo que elas.

5.Dinheiro é necessário para viver.

Isso é óbvio haha No mundo capitalista é SUPER óbvio. Mas é que eu vi em mãos como não tem jeito. Se você quer ter uma vida tranquila, viajar, sair, estudar, você precisa de dinheiro. Infelizmente é a realidade do mundo de hoje. Apesar de eu já administrar meu dinheiro e já ter feito também isso no meu intercâmbio para Córdoba (Argentina), dessa vez eu tive que ter contato com a vida real (de adulto haha), casa, comida, lazer… E não é fácil, ainda mais em euro hahaha

6. Quem procura sempre alcança.

Quantas pessoas no intercâmbio na Irlanda eu não vi correrem atrás de emprego e conseguirem? Aconteceu o mesmo comigo… Eu falei comigo mesma: Vou conseguir um emprego, vou andar por tudo e entregar meu currículo. Até que eu consegui.

7. Sempre se ponha no lugar dos outros.

Quando você se relaciona com as outras pessoas você deve sempre pensar em se colocar no lugar do outro. Como você gostaria que te tratassem? Então faça o mesmo pelos outros.

8. As pessoas trabalham duro para servi-lo.

Eu já sabia como as pessoas são trabalhadoras e dedicadas e como o trabalho é duro em locais como lojas, restaurantes e etc, mas eu passei por isso em primeira mão e a experiência foi transformadora. Por mais que você já respeitasse e tudo mais, você com certeza passa a olhar as pessoas com outro olhar e você  respeita ainda mais quem está ali trabalhando para lhe ajudar ou lhe servir.

9. Neste mundo, cheio de desonestidade, muitas pessoas são oportunistas e tiram vantagem de você.

 Não podemos ser bobos. Tem muita, muita gente desonesta no mundo. E não se engane, existe gente de má fé em todos os lugares. Não acredite na conversa fiada de que só no Brasil existem problemas.
Eu passei por perrengues em Dublin quando arranjei um trabalho de garçonete num pub, trabalhei horas e horas com meu chefe me explorando. Não ganhei quanto deveria ganhar. Aprendi muito com essa experiência.

Mas os detalhes também ficam para um post mais para frente 🙂

10. Aproveite cada momento.

Phoenix Park - Dublin (Irlanda)- (Intercâmbio 2016)

Phoenix Park – Dublin/Irlanda (Intercâmbio 2016) – Fotografia Gabriela Mitozo

 

 Isso parece bastante óbvio, mas nem sempre é assim. Temos que curtir muito cada segundo da vida! O intercâmbio passou muito rápido!!! Hoje faz exatamente um ano que eu fui! Já passou! O que eu tenho agora são apenas as memórias (e as fotos) que guardo desses momentos únicos. Mas a vida também não é única? Então devemos transferir esse ensinamento para todos os dias da nossa vida.

11. Olhe ao redor para tudo e para todos sempre como se fosse a primeira vez.

Quando chegamos num lugar novo tudo é lindo e belo e é novidade. E isso é uma delícia. Mas devemos praticar fazer isso todos os dias da nossa vida. Olhar com o olhar de uma criança. Repare bem como as crianças olham tudo com curiosidade e admiração, tudo é um mundo novo. A vida desse jeito é mais bela <3

12. Você não vai resolver seus medos, dúvidas ou inseguranças só porque viajou para outro lugar.

Muita gente acha que ao viajar vai conseguir resolver seus problemas e questionamentos de vida. Que conseguir decidir o que quer da vida. Vi muito isso por lá. Inclusive eu pensava que eu teria um pouco de clareamento sobre dúvidas em relação à carreira e do que realmente gosto. Mas não é a viagem que vai te fazer mudar ou pensar diferente, é você e apenas você, não importante onde.

13. A arte de se adaptar a situações novas é algo incrível.

Se você vai viajar para outro país já tem que ter em mente que vai ter que se adaptar. E é muito engraçado como essas coisas acontecem. Tive que me mudar algumas vezes de casa enquanto morei na Irlanda. Por mais que no início eu não tivesse gostado do lugar, no fim eu já tinha me adaptado e não queria mais sair rs

14. O mundo é lindo . Todos deveria viajar ou fazer intercâmbio.

Os lugares lindos que vemos nos livros de História são reais!!! hahaha Óbvio que eu sabia disso, mas é que parece algo tão distante e quando você chega lá… É tão lindo. E mais lindo ainda ao vivo <3 Todos deveriam ter esta experiência enriquecedora.

Irlanda - Cliffs of Moher (Intercâmbio 2016)

Irlanda – Cliffs of Moher (Intercâmbio 2016) Fotografia por Gabriela Mitozo

 

Você já fez intercâmbio? Aprendeu mais coisas? Se identificou alguma? Se ainda não fez, pretende fazer? Dou total apoio. É uma das melhores coisas que você pode fazer . Saia, vá conhecer o mundo, abra suas asas, abraça sua mente <3

Visto Irlanda (burocracia, como é, o que é preciso)

Em 09.05.2016   Arquivado em Destaque, Dicas, Resenha, Viagens

Post de utilidade pública!!! Você quer saber como faz para conseguir  o seu visto na Irlanda? Então seu lugar é aqui mesmo. Nesse post conto detalhadinho o processo para conseguir o nosso amado GNIB (o visto Irlandês). Leia com atenção, está recheado de dicas 🙂

Abrir conta no banco

A agência bancária que você vai abrir a conta depende da sua escola de inglês. Por exemplo. A minha escola é a E.L.A. (English Language Academy). Nesta escola os alunos devem abrir a conta no “Bank of Ireland“.
Se não me engano, os alunos da escola I.B.A.T. abrem a conta no banco “AIB“.

Quanto tempo demora para abrir a conta ? 

Depende de pessoa para pessoa. Mas eu e meu irmão demoramos um mês ou mais para conseguirmos abrir a conta. Isso porque você vai precisar de alguns documentos para ir até o banco.

Você vai precisar de :

  1. Carta da Escola (Bank Letter)
  2. Passaporte
  3. Seguro saúde (Com o seu endereço já da Irlanda)

Detalhe importante. Na primeira vez que você for levar estes documentos até o banco você NÃO vai abrir a sua conta. Você vai agendar um dia para retornar ao banco e agendar. Aqui funciona diferente. eles não abrem a conta na hora. Eles vão ver seus documentos, tirar cópias e vão marcar um dia para você retornar. Você vai ter um horário e uma senha. Eu peguei as 14h e eu era a primeira.

Você entrega os documentos bonitinhos e volta outro dia. Acrescente mais uma semana de espera, pelo menos.
Como eu e meu irmão chegamos em período de feriados importantes (Saint Patrick’s Day e Páscoa), nós esperamos ainda mais do que o normal, foi umas duas semanas.

Chegou o dia agendado para eu abrir minha conta

E agora? Já posso depositar meu dinheiro?

Sinto muito, mas não… Agora você espera mais uns cinco dias até receber seu cartão e senha por correio.
Não faça o depósito antes de receber seu cartão e senha. Todos aqui comentam que não é seguro. Melhor garantirmos do que ter que repetir todo esse processo não é mesmo?

Recebi meu cartão e senha e agora?

  • Agora você FINALMENTE pode ir até o banco com o seu cartão, senha e o dinheiro, é claro.
  • Se você quiser depositar na boca do caixa, ou seja, com  a pessoa no balcão, você tem que fazer um depósito maior que 3000 euros. Vamos dizer, 3001 já daria rs Eu fiz um depósito de 3050 euros.
  • Se você colocar apenas 3000 você tem que depositar pelo caixa eletrônico.

Eu não quis porque…Não sei, não confio ver meu dinheiro entrando assim pela máquina. Mas é de cada um.
(Lembrando que estou falando da minha experiência pelo “Bank of Ireland”, podem haver diferenças entre os outros bancos.)

Assim que depositar não esqueça de pegar o comprovante de que você depositou os 3000 euros. O comprovante é dado na hora do depósito. Agora o que é  importante para tirar o visto é pegar o extrato (Statement) da sua conta.

Como pegar o Statement da minha conta

No dia que você fizer o depósito você já pode solicitar o extrato. Pelo “Bank of Ireland” você vai ter duas opções:

  1. Retirar o extrato online
  2. Pedir para enviarem por correio
Minha dica é: Peça os dois. 

Você vai querer com certeza pegar o online primeiro porque você só vai precisar esperar 24h (ou menos), enquanto que o pelo correio deve demorar mais uns cinco dias ou uma semana para chegar.

Então porque pedir o pelo correio? 

Só para ter mais uma cópia e uma garantia. Pedir não vai te fazer mal, é sempre bom ter um extra.

Cadastro no banco online e pedindo seu  “Statement” online

banking online

Lembrando novamente que isto é pelo “Bank of Ireland“. Atenha-se aos detalhes da sua agência!

Primeiro você tem que se cadastrar no banco online. Você pode fazer na própria agência bancária ou em casa.
Eu fiz na agência. Eles tem um telefone que você liga e já abre a sua conta online por lá mesmo.

O que eles vão pedir?
  1. Eles vão falar por telefone com você. Vão fazer algumas perguntas de segurança. Talvez seu nome, data de nascimento, últimos números do seu cartão… Depende de pessoa para pessoa.
  2. Assim que ele identificar que você é você realmente, eles vão lhe dá um número, um ID.
  3. ESCREVA e GUARDE esse ID. Anote junto com seu papelzinho que você ganhou lá no dia que você tinha agendado para abrir a conta, lembra? Esse papel deve ser seguro de guardar.
  4. Depois do ID eles vão pedir para você criar uma senha de 6 dígitos. Ele vai dizer para você aguardar. Você vai ouvir uma gravação que vai pedir para você digitar os número e aí então digite no telefone. Ela vai pedir para você confirmar e você digita de novo.
  5. A ligação volta para o atendente e ele lhe confirma se está tudo certinho. Pronto seu banco online está no ar.
  6. Peça depois para enviarem o seu Statement online (peça no tel e peça no atendimento normal).

Em 24 horas ou menos você já pode imprimir seu Statement (lembrando que “Statement” é “Extrato” em inglês, só para vocês não esquecerem o nome para quando pedirem aqui ;D).

 

Tirando o seu visto – Imigração (GNIB)

Agora que você finalmente abriu a conta no banco e já imprimiu seu Statement, você finalmente pode ir para a imigração pegar o seu tão sonhado e suado visto.

Endereço da Imigração em DUBLIN  ->  13/14 Burgh Quay, Dublin 2

Dicas:

  • Acorde cedo se quiser ser um dos primeiros da fila. 

Mas mesmo que você seja o primeiro da fila talvez seu número não seja o número 1 porque sobram senhas do dia anterior, das pessoas que não foram atendidas e elas passam na sua frente.

  • Se você tiver aula de inglês pela manhã você pode chegar mais tarde no GNIB ao invés de madrugar na fila.

Muita gente na minha sala de inglês fez isso. Eles chegaram 08h na imigração, no horário que abrem as portas. A aula começa 09h,  Como eles chegaram esse horário a senha deles foi acima de 100 e eles só foram atendidos de tarde. Uns foram atendidos lá pelas 16h, outros pelas 17h e teve gente que foi até depois de 18h.

Então eles não perderam aula. Pegaram a senha e foram para a aula.

No facebook tem um grupo onde as pessoas publicam a senha que está no momento lá imigração. Então você pode ir para a aula ou até ir para casa depois da aula dependendo da sua senha. Clique aqui para ver o grupo.

Eu fiz um erro muito grande. Eu não fui nem tão cedo nem tão tarde o suficiente. Eu cheguei no GNIB às 07h da manhã. Então eu fui atendida 11h30 mais ou menos. Tive que perder aula. Não façam o que eu fiz. Ou cheguem cedo ou cheguem 08h.

Chegou a minha senha

Depois de uma longa espera você foi finalmente chamado! Fique atento que você vai ser chamado três vezes.

Primeira chamada

Nesse primeiro momento você é chamado pelo seu número de senha e você segue até a cabine indicada no painel (mesmo painel que você viu o número da sua senha).

  • Lá eles vão te pedir os documentos necessários para pegar o seu GNIB que são:

Seguro (com seu endereço de Dublin), Extrato da sua conta bancária, Passaporte e carta da escola.

Dependendo de quem lhe chamar eles podem pedir o comprovante da sua passagem de volta para o Brasil.

Levem tudo que é documento gente. Não brinquem com isso. Melhor levar documento a mais do que a menos. Já pensou ter que esperar tudo isso de novo? Esses documentos que eu falei são os principais. Deixe eles na frente mas se tiver mais documentos leve também.

  • Depois de checar seus documentos eles vão tirar uma foto sua e tirar duas digitais dos seus dois dedos indicadores e pedir para você pagar os 300 euros. Lembrando que não pode pagar em dinheiro vivo, apenas em cartão de crédito ou débito.
  • Depois eles vão agradecer e pedir para você aguardar ser chamado novamente.
Segunda chamada
  • Eles vão lhe chamar pelo seu nome numa salinha lá no fundo perto dos banheiros. Se atente ao seu nome, o som lá não é muito claro e eles pronunciam nossos nomes diferente.
  • Você vai entrar na salinha e eles vão tirar as digitais de tooodos os seus dedinhos e vão mandar você aguardar novamente.
Terceira chamada
  • Eles vão te chamar pelo nome novamente e vão lhe entregar o seu GNIB (um cartãozinho de plástico lindo) e seu Passaporte (também carimbando com o visto).

AÍ VOCÊ SAI SORRINDO FELIZ PORQUE FINALMENTE CONSEGUIU O SEU VISTO PELOS PRÓXIMOS 8 MESES. UHUL.

PARABÉNS.

Guarde muito bem o seu cartãozinho porque se você perder são mais 300 euros! Não queremos isso, queremos?

Espero ter esclarecido sobre o processo da abertura do banco de pegar o seu visto aqui na Irlanda. Se você tiver dúvidas é só escrever aqui nos comentários que eu vou responder no que for possível!

Clique para subir