Categoria "Desafios"

52 semanas – Semana 2

Em 08.01.2015   Arquivado em Desafios, Listas, Pessoal

    Boa noite ! Nesta segunda semana o desafio é responder a seguinte pergunta:  Eu nunca… 
Estou gostando do desafio, faz a gente parar para pensar em algumas coisas da nossa vida! Estou ansiosa para responder as 50 perguntas restantes!  Segue abaixo as minhas respostas!

1Eu nunca fiz um cruzeiro

foto07Francisco Martins via Flickr

 

              Eu sempre quis fazer mas até agora não deu :'( Ainda acredito que vou fazer sim, na verdade não tenho dúvidas. No dia que isso acontecer eu vou postar aqui para vocês hihi
 2Eu nunca pintei meu cabelo de ruivo ou preto
foto11Ben Raynal via Flickr

 

    Sou morena, já fui loira e depois voltei para a minha cor natural, castanho claro. Sempre quis pintar de preto mas não tive coragem porque é a cor mais difícil de reverter. E quanto ao ruivo também acho lindoo haha Minha irmã tem o cabelo ruivo, fica lindo nela (:

     Seria legal ter passado por todas as cores básicas. Vamos ver se até o final da vida faço isso hahaha
3Eu nunca morei sozinha
foto09Lance Shields via Flickr

 

        Já fiz intercâmbio e tal, mas quando viajei fiquem em casa de família, então não conta como morar sozinha. Acho que todo mundo ou maioria das pessoas em algum momento da viida deve querer isso. Comigo não é diferente.

4Eu nunca assisti a um desfile das escolas de samba ao vivo num carnaval

foto08Circuito fora do Eixo via Flickr

 

        Uma vez eu pulei carnaval com uma grande amiga então eu vi os blocos de carnaval, mas nunca vi ao vivo aqueles grandes desfiles que assisto na televisão. Alguma vez na vida quero poder ir no Rio para pode assistir 🙂

5Nunca dirigi sozinha 

foto10Ben Grey via Flickr

 

    Pois é, nunca dirigi sozinha. Já vai fazer dois anos que estou com a minha carteira e nada. Só dirigi com o instrutor e com o meu pai do lado… Saio geralmente nos sábados e domingos para treinar e vou ter que fazer isso até que meu pai ache que eu esteja pronta 😛 Eu reclamo disso mas eu entendo meu pai, eu sei que é só preocupação <3 Mas chega um dia que a gente que ter uma liberdade para fazer isso sozinho até mesmo para ganhar auto-confiança! Tomara que isso aconteça essa ano 🙂
E você? Já começou este desafio das 52 semanas?

642 coisas sobre as quais escrever #276

Em 06.01.2015   Arquivado em Desafios, Pessoal
642-2Bcoisas
   Oi gente! Este é outro projeto no blog que será publicado semanalmente, toda terça-feira! Este projeto foi criado pela Bruna Morgan que teve a ideia de criar uma lista com 642 itens sobre os quais escrever. A lista atualmente não está completa, mas a proposta é de que as pessoas entrem neste grupo do facebook e também postem ideias para serem publicadas oficialmente na lista que pode  ser visualizada clicando aqui.
   Eu simplesmente adorei essa ideia, é simplesmente genial! Assim nós escritores e blogueiros podemos nos unir a favor da inspiração 🙂  Você pode seguir a lista na ordem, pode ir aleatoriamente na ordem que quiser ou ainda pode sortear um tema caso não tenha ideia de qual item escolher.
   Clique neste site caso queira sortear.
   Eu decidi que quero escrever aleatoriamente e através de sorteios. Hoje eu parti pro sorteio e qual não foi minha surpresa quando essa pergunta apareceu :O  Fiz em forma de narrativa em primeira pessoa, espero que gostem e entendam ! Segue o tema e o meu primeiro texto do projeto :
 
276. Por que você escreve?
foto06 Ed Yourdon via Flickr
 
   Suavemente meus dedos escorregam pela folha preenchendo o espaço vazio a minha frente. Numa espécie de transe os meus pensamentos parecem escorrer pela folha. De repente me vejo num frenesi inexplicável tomada pelo entusiasmo das palavras que aparecem na minha frente. Um movimento frenético toma conta de mim e volto a friccionar o lápis de forma que rasgo o papel tamanha a minha empolgação.
   Sem me importar com o estrago na folha continuo a escrever antes que as palavras me fujam ou que minhas mãos comecem a doer de tanto escrever. Um sorriso me escapa aos lábios depois do ponto final colocado no fim da página. Respiro fundo e me jogo na cama realizada por lembrar tamanha satisfação que escrever me trás. Desligo as luzes e me preparo para dormir ansiosa pela chegada do dia seguinte e das novas palavras que vão surgir daqui para frente.
——-
E você, por que escreve? Manda o link para mim se já escreveu esse tema ou me diz se gostou e quer participar do projeto 🙂 Beijos e até a próxima terça!

Concurso entre blogueiras – 2º Lugar

Em 04.12.2014   Arquivado em Desafios, Pessoal

    Hoje eu entrei no blog da Katiely Coutinho e me deparei com a postagem das finalistas do concurso e eu fiquei tão feliz em ver que fiquei em segundo lugar *-*  Obrigada aos meus amigos, famílias e outras pessoas que votaram em mim <3
    Queria agradecer também de coração a Katiely pela oportunidade de participar do concurso! E queria parabenizar a todas as meninas que participaram, foi divertido escrever as postagens e  também ler a de vocês^^ Parabenizo também a Suzanne do blog Casal Casado e a Giovanna Vargas do blog Rainbow of Unicorns que ficaram respectivamente em primeiro e terceiro lugar, vocês merecem 🙂 
    Me senti agora num programa ou numa premiação onde eu subo no palco e agradeço as pessoas hahaha Sensação boa hihi
    Mas também queria falar para os leitores que vou tentar atualizar mais o blog agora que estou de férias e vou me organizar para que as postagens fiquem mais periódicas ano que vem do que foram este ano. Ainda mais por 2015 ser o ano do meu TCC vou ter que me organizar legal para atualizar pois gosto muito da experiência de escrever aqui.
   Fiquem de olho no blog das meninas que citei aqui na postagem, todos são ótimos e aconselho a visita !
    Provavelmente ainda hoje escrevo outra postagem com ideias novas que tenho aqui 
beijão a todas e sejam sempre bem vindos ao blog 🙂 

O blog

Em 10.11.2014   Arquivado em Desafios, Pessoal
Thomas Hawk via Flickr

    Boa noite leitores e blogueiros do mundo! Pra quem ainda não me conhece, eu me chamo Gabriela Toutonje Mitozo, tenho 20 anos e curso bacharelado em piano na faculdade. Se quiserem ainda saber um pouquinho mais de mim vocês podem visitar a página especial sobre mim.
    Eu aaamo de paixão música, literatura, cinema e artes em geral 🙂 A necessidade de abrir este blog veio com a minha vontade de escrever. A verdade é que desde sempre eu amo escrever, mas com a faculdade e tudo mais eu passei a deixar esse meu amor pela escrita de lado. Triste, mas real. Na verdade até um pouquiinho antes de entrar na facul eu percebi que eu comecei a tentar controlar tudo que eu escrevia, a imaginação na rolava solta. 
    Por isso o blog. Quero escrever por prazer e não por obrigação. Quero escrever o que vier a minha mente. Então para quem é novo aqui, eu gosto de falar de tudo um pouco. Eu posso estar caminhando e um assunto surge…BANG. Eu posso estar passando por algum momento da minha vida e eu sinto a necessidade de me expressar ? BANG.  Mas apesar de ser um blog com ideias e posts bem abertos eu já percebi com estes quase 4 meses de blog (aniversário de 4 meses é agora dia 15) que eu gosto muito de escrever sobre assuntos pessoais, mas assuntos que possam ser de interesse a alguém no sentido de que possa fazer com que alguém se identifique com o que eu digo. Assuntos como humor, ansiedade e escolhas da vida. 

Exemplos de postagens que eu mais gostei de fazer ultimamente: 

    * O poder das palavras
    * O amor é cego?
    * Viver no agora

    Atualmente estou muito feliz porque eu estou participando de um concurso entre blogueiras do blog Katiely Coutinho. É o primeiro concurso do blog Memórias e Quimeras e eu estou super feliz de participar!!! Eu fiquei tão emocionada de ter conseguido chegar até o top 5 do concurso ! Conto com o apoio de vocês para continuar firme e forte até o fim do concurso *-* 

    O que eu gostei no concurso da Katiely é que ele foi bem aberto, abrangendo a blogosfera inteira, sem se limitar a um tipo de blogueira ou blog. E o mais legal é que tivemos que escrever postagens, com temas limitados Mas limitados entre aspas, porque eram mais palavras que serviram de inspiração para encher nossos cantinhos com mais e mais palavras para vocês leitores <3 
    Queria muito continuar no concurso pelo simples fato de que eu gosto de escrever e o concurso me fez alimentar essa vontade mesmo estando no final do semestre da facul. Mas está aí certo ? Era essa a finalidade inicial do meu blog, escrever mesmo com a facul 🙂 O concurso está me ajudando nisso, porque como vocês podem perceber, dessa vez eu demorei um pouquinho mais entre uma postagem e outra. Acredito que eu mereço continuar aqui lutando pelo concurso porque agora mesmo enquanto escrevo, o meu piano está ligado lá na sala me esperando voltar e minha animação de motion graphics está pela metade, mas ainda assim estou aqui, deixando meus dedos e minha mente rolarem soltos, fluindo como um rio 🙂 

    Erin Kohlenberg via Flickr

    A verdade é que já faz um tempo que eu queria ter escrito esta postagem, falar um pouco também sobre o título do blog… Muita gente pode vir aqui e se perguntar. por que Memórias e Quimeras ? Por que ela escolheu esse título ? 

    Eu demorei para conseguir achar um bom título. Eu queria algo que dissesse que eu falaria sobre coisas reais, ideias, notícias que aglomerassem basicamente o real, que seriam as memórias. Já o outro lado seria os sonhos, os desejos, o irreal, representando as quimeras. Na verdade quem me ajudou a escolher esse nome foi a minha mãe! Eu tinha uma ideia de que queria que essas duas “características” , o sonho e a realidade, estivessem no título do meu blog, mas nenhum nome nome que eu pensava ficava bom. Então apareceu a minha mãe com “Memórias e Quimeras”.
    E eu fiquei : ♫ BANG, BANG, bangity, bang! I said bang, bang, bangity bang! ♫ hauahudha
    Musiquinha abaixo para você cantar junto ;D

   Então mais uma vez sejam bem vindos ao meu blog para aqueles que já me visitam e boas vindas aos novos visitantes, pode ter certeza que eu vou cantar e fazer a dancinha acima com o comentário de vocês <3 

Viver no agora

Em 17.09.2014   Arquivado em Desafios, Espiritual, Pessoal
 

Há alguns posts atrás eu falei sobre o Desafio dos 21 dias de gratidão e neste post eu citei os vídeos e o canal da Flávia Melissa no youtube.

   Eu simplesmente adoro a Flávia e os seus vídeos. Ela é uma pessoa muito inspiradora e eu recomendo mais uma vez que vocês assistam e acompanhem o canal dela no youtube. Mais uma vez ela me ajudou a pensar sobre meus problemas, desta vez com o seu último vídeo publicado que fala sobre o viver no agora.
Minha mãe sempre, sempre me falou sobre como eu deveria viver no agora, porque minha mãe é minha mãe e ela me conhece muito bem. Bem, eu sempre ouvia que ela me dizia isso, mas não caía minha ficha, eu não conseguia mudar. E então eu comecei a acompanhar os vídeos da Flávia, que também dizia a mesma coisa sobre o viver no agora, exatamente como a minha mãe já havia me dito tantas outras vezes.

    Filosofia de vida

      Acho que a somatória do que minha mãe me falava (e ainda me fala), mais os vídeos da Flávia e mais a minha força de vontade de mudar que aumentou durante esse ano me fizeram assimilar melhor o viver agora. E outra peça chave que me ajudou a filosofar sobre o assunto foi o livro “O Poder do Agora” do Eckhart Tolle (que por acaso eu super recomendo). Desde então eu venho tentando praticar o viver no presente.
    Eu sou uma pessoa que há muito estou ansiosa (sim, estou e não “sou”, porque eu não nasci assim). Eu estou perfeccionista, ansiosa, nervosa, e isso são características de pessoas que nunca ou raramente estão no presente. Aplicar esta “filosofia de vida” de estar sempre presente pode parecer fácil, mas não é. A maioria das pessoas sempre está perdida em pensamentos passados ou imaginando como serão as coisas no futuro, mas raramente essas pessoas estão no presente, no agora.

    Dando a volta por cima

Logo que comecei a praticar o estar presente eu senti uma diferença incrível e espetacular que mudou minha forma de enxergar o mundo enquanto eu a praticava. As coisas pareciam tão mais nítidas, tão mais bonitas!!!

“Por que ela está falando no passado”, você deve estar se perguntando… Acontece que eu não consegui praticar durante muito tempo o estar presente. Quando vi lá estava eu de novo viajando com a minha mente para tudo que era lugar e não fixa no agora como deveria estar. Aí começaram a surgir os situações difíceis do dia-a-dia, os acúmulos de tarefas do cotidiano, os planejamentos para o futuro, os acontecimentos passados…Aí o presente foi para o beléleu.
Até que essa semana eu vi que a Flávia postou esse vídeo novo chamado “Sobre o tesouro que é viver no agora: Você consegue?”. Então eu lembrei que eu havia me comprometido em viver no agora e que eu tenho que ter perseverança. É difícil? É. Mas eu não posso desistir agora. As coisas parecem muitas vezes estar no fundo do poço, mas nós temos que ser persistentes e dar a volta por cima!
Eu posso tentar, umas, duas, três vezes, mas pode ser que só lá na quarta vez eu consiga viver no momento presente. É um caminho árduo, mas gratificante. E viver no agora, no presente é uma dos melhores conselhos que nós devemos seguir. Viver no presente é uma das maiores dádivas, é aceitar os desafios que a vida nos trás, aprender com eles e seguir em frente, é viver a vida plenamente e ser feliz.Então eu te pergunto. Você consegue viver no presente?
Eu ainda não desisti! Vamos tentar juntos mais uma vez?

 Namastê! 🙂

Página 3 de 41234
Clique para subir