Nova parceira do Blog : Editora Draco

Em 25.04.2017   Arquivado em Destaque, Resenha
Editora Draco

Editora Draco

Olá queridos leitores! Tenho o prazer, felicidade e gratidão de informar sobre a primeira e mais nova parceria do blog: A Editora Draco!

Vocês podem notar que no lado direito do blog, na sidebar, temos a nova área de “Parceiros” onde se encontra o selo abaixo. Ele demonstra a nova parceria do blog.

O que esta parceria significa ?

Significa que eu e a Editora Draco estamos associados da seguinte forma: A editora me enviará livros publicados por ela e eu vou ler e fazer resenhas aqui no blog sobre os mesmos. Assim vocês podem conhecer um pouco mais das obras e lerem também se tiverem interesse.

 

Na página “Sobre” no site da editora, podemos ver o significado da palavra Draco:

Draco. Do latim, dragão.

“A palavra dragão (em inglês, dragon) vem do grego drákon, δράκων, que deriva do verbo derkomai, “olhar”, pois seu papel no mito grego é o de vigiar tesouros cobiçados. O nome tem sido dado a criaturas mitológicas muito diversas, de diferentes culturas.”

 

Qual a proposta da Editora Draco?

A Editora Draco é uma editora independente de ficção que publica e produz apenas livros originais de origem nacional e lusófona. Eles propõe expandir o mercado dos escritores brasileiros, trazendo à tona aqueles autores que estão escondidos pelo Brasil e que merecem a chance de compartilhar suas palavras com mais pessoas.

As obras da Editora Draco são variadíssimas, sendo capazes de encantar diferentes pessoas. Ela possui em seu catálogo livros de fantasia, animes, quadrinhos, romance, contos, entre outros! Não tem como não achar um livro que não seja de seu interesse!

 

Onde eu posso comprar?

A editora disponibiliza uma lista de locais onde você pode encontrar os livros.  Eles tem livros à pronta entrega! Clique aqui para ver a lista completa.
A Editora Draco trabalha tanto com livros físicos quanto com livros digitais. Mas eles incentivam muito a produção de e-books já que o valor deles sai bem mais em conta, sendo que uns deles são até mesmo disponibilizados gratuitamente.

Se você clicar aqui encontra uma lista completa dos e-books publicados pela editora até o momento.  Se divirta! Você pode até baixar algumas amostras grátis em alguns sites, como na Amazon. Assim você lê uma amostra do livro e decide se realmente quer comprar. Eu sempre faço isso com meus livros do Kindle <3

Selecionei abaixo alguns livros que me chamaram a atenção no catálogo deles. Vamos dar uma olhada?

Alguns livros da Editora Draco

UM BEIJO DE MORTE – Luiza Salazar

Meu nome é Kat, não sei se já nos falamos. Bom, pareço uma jovem universitária normal, exceto por um detalhe: tenho o poder de matar com um simples toque. No passado, isso fez com que eu tentasse me manter isolada de todos, mas também atraiu pessoas que desejavam controlar esse dom – e aí as coisas ficaram perigosas para o meu lado. Muito perigosas.Eu meio que iniciei uma guerra.

Só sei que agora estou não apenas envolvida, mas jogada bem no meio de tudo, parte de algo que ainda nem entendo, não sei em quem confiar ou qual é o meu papel. Sei também que há pessoas que se importam comigo e querem me ajudar a superar meus problemas. Mais ainda, me ajudar a acabar com um plano que pode levar a humanidade a mergulhar no caos. E entre eles está aquele que me faz ter medo de poder matar alguém com um toque. Ou um beijo…Um Beijo de Morte é um romance fantástico de Luiza Salazar, a conclusão da elogiada aventura pelas sombras iniciada em Um Toque de Morte. Kat precisa tomar o controle, entender esses segredos do passado e aprender a dominar seus poderes de uma vez por todas, antes que seja tarde demais.

Onde comprar:

Papel:     Saraiva | Amazon
E-book:  Kobo | Amazon | Cultura | Apple | SaraivaGoogle

 

ATÉ O FIM DA QUEDA – Ivan Mizankuk

Anos se passam e Daniel Farias, um popular escritor de terror, decide reconstituir o caso em sua nova obra. Durante a pesquisa, descobre histórias sobre uma ordem secreta operando em nome de um demônio, o Dragão Vermelho, cujas origens remontariam a um exorcismo ocorrido no século XVI, na Espanha.
Sucesso imediato entre os fãs, o livro alcança a lista de best-sellers e também as páginas policiais, ao se espalhar a notícia de que leitores estariam se matando após a sua leitura. Isso faz as vendas explodirem, e o mistério aumenta quando o próprio Daniel começa a ser vítima de ameaças, enquanto pais preocupados tentam boicotar o livro.
Livro de estreia de Ivan Mizanzuk, uma das novas promessas do thriller nacional, Até o fim da queda desenha através de cartas, entrevistas e artigos de jornais uma trama de conspirações e inquietudes, ao mesmo tempo em que investiga as mais profundas angústias humanas, e o preço que pagamos ao tentarmos silenciá-las. Descobrir o que se esconde no fundo desse abismo pode custar sua própria sanidade.

Onde comprar:

Papel: Amazon | Cultura | Submarino
E-book:  Amazon | Apple | Google| Cultura | Kobo

 

A MORTE É LEGAL – Jim Anotsu

Todo garoto apaixonado é um pouco ridículo. Esta é a história de Andrew Webley, um garoto muito ridículo. “A Morte é Legal” é o segundo livro de Jim Anotsu, autor de “Annabel & Sarah”, sucesso de público e crítica.

Conheça Andrew, um garoto de 19 anos que mora na cidade de Dresbel. Aspirante a escritor, sem rumo na vida e apaixonado pela melhor amiga há mais de três anos, sem a coragem necessária para se declarar. Tudo muda quando ele conhece Ive – a filha mais nova da Morte e ceifadora estagiária. A garota lhe revela uma forma de realizar qualquer desejo, incluindo o amor da garota amada: encontrar os três nomes verdadeiros da criatura mais importante do universo.

O livro se desdobra com uma galeria de personagens que inclui uma coelha niilista alérgica a si própria, uma fada do fogo, crianças perdidas, ratos e fãs de hip hop. Quando os dias começam a afundar num turbilhão de desastres, segredos antigos são colocados no tabuleiro e inúmeras vidas em risco. E a única maneira de descobrir como tudo isso termina é ler até a última página. Mas não vale ir direto.

Transitando entre o surreal e o mundano, Jim Anotsu exibe toda sua imaginação em uma obra que reúne magia, mistério, aventura e romance num universo atraente para jovens e adultos de todas as idades.

Onde comprar:

Papel: Travessa Cultura | Submarino | Saraiva | Livraria da Folha
E-book: Amazon | Apple | Cultura | Google | Saraiva  | Kobo

 

A SOMBRA NO SOL -ERIC NOVELLO

Acostumado a caminhar no limiar entre a realidade e a ficção, Armando é enviado para São Paulo com uma missão inusitada: trazer um garoto de programa de volta à vida e então lhe oferecer emprego. Recebido pelo trânsito e pelo clima cinzento da cidade, nem mesmo os anos como gerente do Neon Azul o prepararam para essa possível conversa.
Adiando o momento de encarar o cadáver, Armando remexe em uma mala com os pertences do morto e encontra um diário relatando a trajetória de Ícaro dos guetos à fama nas festas de alta sociedade e, posteriormente, seu encontro com a morte. Conforme vira as páginas do que julgava ser apenas uma agenda de telefones, a curiosidade se transforma na obsessão de saber o que há de tão especial naquele jovem para que ele mereça uma segunda chance.
Naqueles relatos escritos à base de gozos e frustrações, ele encontrará a chave para devolvê-lo ao mundo dos vivos. A Sombra no Sol, romance de Eric Novello, reúne textos publicados online entre 2008 e 2012, com intervalos irregulares. São histórias viscerais, sem pausa para respiração, que discutem o que há por trás do desejo humano em seus acertos e desvios. Um soco na boca do estômago que nem o inexplicável é capaz de amenizar. Esses vinte e nove textos, agora revistos, reduzidos ou ampliados, ganham enfim o seu capítulo final, unidos pelas reflexões de um homem que não dorme nunca, e que veio em resgate de um personagem sentenciado em uma noite de profunda tristeza de seu criador.

Onde comprar:

Papel: Travessa | Cultura | FNAC | Comix | Saraiva | Geek
E-book: Amazon | Apple | Kobo | Cultura | Google | Saraiva

 

Gostaria de agradecer a Editora Draco por esta incrível oportunidade e estou empolgadíssima para ler e fazer resenha sobre os livros! E vocês? Estão tão animados quanto eu?

Desafio das 52 Semanas – 2ª Semana: Eu nunca…

Em 15.04.2017   Arquivado em Desafios, Listas

52 semanas . Semana 02

Hoje é a segunda semana do projeto/desafio #52SEMANAS. Nele há 52 perguntas para serem respondidas durante 52 semanas. Uma pergunta por semana, é claro. Você deve ter 5 respostas para cada pergunta. Vou compartilhar aqui com vocês no face toda sexta-feira. Me acompanha nessa? Responde você também nos comentários! Não precisa ser 5 respostas não, uma já está lindo

1.Eu nunca andei de cipó ou morei na floresta

HAHA. Verdade. Acredite ou não muita gente já perguntou (e pergunta) se eu “morava assim… no meio da floresta” quando eu disse que eu sou do Amazonas. Do cipó não perguntaram pra mim. Mas perguntaram de uma colega que também é de lá. Pois é… HELLO. Manaus é uma cidade grande. Metrópole, capital meu povo.E SIM. TEM PRÉDIOS! (sim, também me perguntam isso).Manaus é uma cidade enorme. Dê uma pesquisada, não passe mico perguntando essas coisas… rs

2. Eu nunca tive um cachorro

Sim. Eu nunca tive um cachorro de estimação… Ainda quero ter um  Um felpudo e pequeno pra eu apertar *-*

3. Eu nunca acampei

Ai, eu sonho em acampar! Nem que seja uma noite rs Mas acho que deve ser uma experiência bem interessante!

4. Eu nunca vi neve ao vivo

Já tive oportunidade mas nunca vi neve ao vivo ou toquei nela 🙁 Fui pra Europa, passei oito meses lá e não vi!!! E uma vez fui para São Joaquim com a minha família (cidade aqui do Estado de Santa Catarina) e íamos pra lá passar a noite, pra ver neve. Mas acabamos não ficando porque ia ser complicado, já que não tínhamos reservado hotel e tal. Resolvemos voltar pra Floripa. Amanheceu no dia seguinte e veio a notícia no jornal: Nevou em São Joaquim. Acreditam?

5.Eu nunca fiquei bêbada

Não sou de beber, então as vezes que bebi não fiquei bêbada. Pior que teve uma vez na Irlanda que eu bebi bastante mas ainda assim não fiquei bêbada. Acho que é porque eu também comi bastante. Era um jantar com o pessoal do trabalho. Uma parte da bebida e comida já estava pago.

E aí? Quais são os “Eu nunca” de vocês?

Desafio das 52 Semanas – 1ª Semana: Coisas que me fazem feliz

Em 07.04.2017   Arquivado em Desafios, Listas
52 semanas

Desafio 52 semanas- Semana 01 de 52

 

Estou iniciando hoje o projeto/desafio#52SEMANAS. Nele há 52 perguntas para serem respondidas durante 52 semanas. Uma pergunta por semana, é claro. Você deve ter 5 respostas para cada pergunta. Vou compartilhar aqui e no face toda sexta-feira. Me acompanha nessa? Responde você também nos comentários! Não precisa ser 5 respostas não, uma já está lindo

1ª SEMANA: COISAS QUE ME FAZEM FELIZ

1. FAMÍLIA: Família inclui ->principalmente<-meu pai, mãe, irmã, irmão e namorado! Eu sou muito grata por tê-los como família, amo amo demais.

2. LIVROS : Amo ler desde pequenininha  Eu vou para outro mundo quando leio. É uma sensação única.

3. SÉRIES/FILMES : Viciada em filmes e séries… passar tarde e/ou noites assistindo é uma delícia e com certeza me deixa feliz e melhor meu ânimo hihi

4. VIAJAR: Amor viajar, conhecer lugares novos, aprender uma nova cultura, conhecer novas pessoas, abrir a mente e curtir a vida. É mágico, renovador e único

5. MÚSICA: Música me faz feliz… não tenho como negar que quando eu escuto e/ou canto e/ou toco eu também me transporto para outro mundo.

Esse post faz parte do desafio de 52 semanas. Tem mais na próxima semana. E vocês ? Quais coisas que fazem vocês felizes? Compartilhe aqui nos comentários !

Crenças limitantes: O que são? Como superá-las e reprogramá-las?

Em 06.04.2017   Arquivado em Auto ajuda, Destaque, Dicas, Espiritual, Reflexão

Eu estava pesquisando sobre crenças limitantes e eu resolvi compartilhar aqui com vocês. Eu quero aplicar estes conhecimentos na minha vida e tirar estas crenças que me limitam.

A primeira vez que eu ouvir falar de crenças limitantes foi num vídeo da Flávia Melissa (acesse o canal dela aqui). Mas faz alguns anos então eu não consigo me lembrar que vídeo foi. Mas eu achei bem legal.

Esses dias eu estava pensando sobre isso e resolvi dar uma pesquisada novamente, porque eu não me lembrava bem como funcionava a questão das Crenças limitantes e não sabia como podia deixar de tê-las ou como eu poderia revertê-las. Eis que surgiu a ideia deste post.

O que são Crenças limitantes?

São crenças que obtivemos em algum momento da nossa vida e que determinam nossos atos. Atos estes que podem nos impedir de realizar determinadas ações que nos trariam algum tipo de benefício, impedindo uma melhora na nossa qualidade de vida.

As crenças limitantes podem se formar em qualquer período da vida, mas elas são mais comuns de serem formadas na infância, quando ainda estamos aprendendo sobre o mundo e descobrindo quais são as nossas verdades. Nós somos moldados pela sociedade a nossa volta. Nossos amigos, colegas, pais e mães, professores e a própria mídia nos influenciam e vão moldando nossa forma de pensar.

Algumas dessas formas de pensar ou pensamentos e ideias que nos foram “jogadas” permanecem conosco até hoje, mesmo que você não se dê conta. O problema é que algumas desses crenças acabam por trazer malefícios, impedindo nossa vida de fluir. Estas são as crenças limitantes.

Estas crenças também podem surgir a partir da sua própria experiência, não apenas da influência dos outros. Você passa a acreditar que algo não é possível porque você não conseguiu atingir tal meta alguma vez, ou mais de uma vez. Então você cria a crença de que você não é bom naquilo. E você se auto-sabota sem perceber.

Descubra suas crenças limitantes

Okay. Já sabemos o que são as crenças limitantes. Agora temos que descobrir QUAIS são as NOSSAS crenças limitantes. Vamos lá?

Faça esse exercício comigo, pois eu também quero descobrir ! Estamos juntos nessa.

Como podemos descobrir? O que pode nos ajudar neste processo?

Precisamos pensar a respeito. Não tem outro jeito. Precisamos refletir e meditar. E meditar nada mais é do que olhar para si mesmo. A partir de várias leituras e dicas sobre o assunto eu montei um “passo a passo” que me ajudou a iniciar este processo de reflexão e que vi que pode dar certo.

  1. Pense nos seus objetivos. O que você quer para você? Para a sua vida familiar, financeira, amorosa, para o seu trabalho? Qual o seu maior objetivo? O que você mais quer nada vida?
  2. Quais são os tipos de pensamento que surgem quando você faz estas perguntas para você mesmo? É nesse momento que podem surgir pensamentos do tipo: “mas eu não tenho como fazer isso porque … bla bla bla”. E você inventa alguma desculpa porque não pode aquele determinado objetivo.
  3. Observe estes pensamentos, principalmente a desculpa que você deu para não alcançar aquele objetivo e anote numa folha de papel.
  4. A desculpa que você deu provavelmente é uma crença limitante.

Eu fiz só um pouquinho desse exercício e já detectei uma crença limitante. Vou sentar e continuar fazendo! Faça você também junto comigo!

Reprogramando suas crenças limitantes

 

Agora que você já sabe quais são suas crenças você tem o poder de mudá-las.

  1. Não deixe a negatividade prevalecer. 

Toda vez que você se perceber pensando de acordo com a sua crença limitante, dando desculpas do tipo “não posso” ou “não consigo” pare e reverta o pensamento para o lado positivo. Pense “eu posso”, “eu consigo”.

Eu sou pianista e quando eu começo a ler uma nova música eu preciso repeti-la trocentas vezes até que ela fique boa. Preciso fazer diversos movimentos com a mão e os dedos até que o movimento se torne automático. Quando eu tenho que alterar alguma coisinha, vamos dizer, tocar uma nota com outro dedo (que parece ser um detalhe bobo mas não é), eu vou ter que repetir mais trocentas vezes para conseguir alterar a maneira que eu tocava antes. Porque meu cérebro já assimilou tocar com o outro dedo do outro jeito. Se eu mudo o dedo ele precisa receber a nova informação várias vezes para se adaptar e depois então ficar no automático novamente.

E é exatamente isso que vai acontecer quando você for reprogramar suas crenças limitantes. Quando você pensar em algo novo e positivo você vai ter que repetir isto muitas vezes. Você precisa reprogramar seu cérebro e nada melhor do que a repetição para isso. Tenha paciência. Você tem que reprogramar anos que seu cérebro ficou pensando de outra forma. Você deve substituir a crença limitante por um crença enriquecedora.

       2. Antes de dormir ou qualquer outro momento que você esteja se sentindo bem e relaxado, feche os olhos e mentalize seu novo modo de pensar.

Se imagine num novo ambiente e torne real na sua mente que você já pensa diferente. Tenha certeza que que mais tarde, com paciência, você deixará apenas de imaginar e isso se tornará real para você também.

Eu refleti sobre estes passos mas ainda não tive tempo de colocá-los 100% em prática, até porque quero descobrir mais crenças limitantes para mudá-las. Irei por estes exercícios em prática pois são tipos de exercícios que eu já venho tentando praticar há algum tempo mas sem ter noção da questão das crenças limitantes. Eu simplesmente tentava aplicar pensamentos positivos, mas eu não conseguia seguir fortemente e logo abandonava os exercícios. Mas agora quero fazer bem consciente e aplicá-los de maneira correta e regular! Me acompanha nestes exercícios?

Descubra as origens das suas crenças limitantes

Este passo eu encaixaria logo após o passo de descobrir quais são minhas crenças limitantes. Mas isso não impede de você continuar se questionando enquanto está no processo de reprogramar suas crenças. Não é algo fixo. Você deve se sentir confortável no processo inteiro.

E por exemplo. A meu ver, pode ser que eu mude a minha crença mas ainda assim não consiga descobrir qual foi a origem dela… Afinal a maioria delas foram obtidas na infância e a memória nem sempre ajuda. Talvez eu tenha que recorrer a amigos ou familiares para me ajudarem a lembrar do passado e me ajudarem a refletir o que pode ter influenciado nessas minhas crenças. Mas também pode ser que eu nunca descubra.

Mas nesse processo vi que devemos nos questionar sobre quem nos disse que não podíamos fazer determinada coisa. Vem algo na sua mente? Infelizmente na minha não… Gostaria de saber onde começou.

Mas também podemos mudar sem saber da origem dela. Podemos pensar “alguém me falou isso, mas não é verdade. Não preciso mais pensar assim”. Ou “Isso aconteceu há muito tempo. Naquela época eu não consegui fazer aquilo e achei que nunca mais poderia fazer”. Mas porque eu nunca mais poderia fazer? Converse consigo mesma e tente entender para onde a sua mente está te levando. Questione-se e tente alterar os pensamentos para a forma mais positiva possível.

Persista nestes exercícios. Mais para frente farei outro post sobre o assunto falando da minha experiência com estes passos citados aqui. Você me acompanha nessa? 

Memórias dos meus primeiros blogs

Em 04.04.2017   Arquivado em Pessoal

Este post vai ser um pouquinho diferente, ele faz parte de uma gincana que estou participando. A gincana foi uma iniciativa de um grupo de interação do Facebook, chamado “United Blogs”.

Então… Se vocês clicarem na aba “O blog” vão ver que eu já falei um pouquinho dos meus primeiros anos de blog por lá. Clique aqui para ver a página.  Mas aqui vou falar mais detalhes. Eu comecei a blogar lá pelo ano de 2005, quando eu estava na quinta série e tinha 11 aninhos… Se eu não me engano meu primeiro blog se chamava “girassolgabizinha“.  Hahaha  que nome ein? Mas meu próximo nome de blog foi pior ainda rsrs Veja mais à frente.

 Nessa época eu costumava publicar mais sobre a minha vida, como um diário.  Mas nem escrevia muito. Lembro de compartilhar gifs e criar as famosas “Dolls maker”. Adorava brincar com aquilo hahaha

Eu passava também muito tempo fazendo novos layouts para o meu blog. Mudava demaaais. Não parava quieta, mudava se duvidar de mês em mês. E naquela época era bem comum os layouts terem pessoas famosas como tema.

Eu também costumava postar mensagens de inspiração para o dia a dia, feitas em gif. Mal feito mas fazia, achando que estava arrasando rs

Eu achei uma imagem que era de um antigo gif que eu fiz para o meu primeiro blog. Eu não achei o arquivo em gif então vai ser apenas a imagem mesmo. Criei coragem e resolvi  postar aqui (mesmo que vocês tenham vergonha alheia por mim hahaha)

E aí  miguxos, o que acharam? Hahaha  Posso ficar com vergonha agora ? :X

Acho que esta imagem abaixo também foi da mesma época. A imagem também era um gif, mas não tenho o arquivo original. O gif era de Harry Potter, é  claro hehe 

Até que esse está bonitinho, não é  gente? Hahaha <3 Esses são os arquivos que encontrei do meu primeiro blog.

 

Meus outros blogs

O meu segundo blog foi o “gabikakinha.zip.net”. Sim. Que tristeza de nome. Graças a minha mãe e irmãos que me alertaram com o que o nome do blog parecia remeter eu mudei de nome rs  Acho que o próximo nome foi “pmaniaca.zip.net” de Potter Maníaca. Depois foi “pottergabi.zip.net”. Dois nomes seguidos que tinham a ver com Harry Potter.

Depois foi “gabi-lives” e depois “dreams-love.zip.net”. Isso tudo na época do uol blog, o famoso .zip.net. Depois me afastei um pouco de blogs e anos mais tarde quando voltei para esse mundo fui parar no Blogger.  Mas aí não lembro dos nomes que tive… Porém comecei a manter mais o blog, sem ficar trocando de layout toda hora haha  os posts  também já estavam diferentes. Eu já era mais velha e escrevia melhor. Não escrevia apenas o blog como um diário,  já comecei a escrever temas de meu interesse. Mas eu não postava com uma certa regularidade e ficava tempos sem escrever e voltava do nada.

Bom. Abaixo eu coloco uma “coletânea” de layouts que eu fiz para esses meus antigos blogs que comentei acima. Divirtam-se hahaha

 

 

Hahahaha o que acharam ? Sentiram um pouco de nostalgia daqueles tempos?  Haha Eu senti ! Saudades daquele tempo *-* Era tão gostoso e divertido.  Os blogueiros interagiam mais entrei si na blogosfera.

E vocês?  Há quanto tempo blogam?   E se não blogam há quanto tempo acompanham blogs?  Lembram dessa época?

Página 1 de 1312345... 13Próximo
Clique para subir